domingo, 8 de fevereiro de 2009

Pedidos...


Estavam os dois na cama. Já passava das três e eles ainda sem sono. Ele deitou sobre seu colo. Ela sorri.

- Você vai dormir assim?- perguntou ela entre um sorriso cheio de ternura.

- Sim. Tá te incomodando? - diz ele com uma cara confusa.

- Não. De modo algum. Só que você tem ensaio amanhã. Vai acordar com uma baita dor na coluna.

Marcelo deu de ombros. Só queria o aconchego do colo dela. De repente, lança um olhar e sorri.

- Que foi? - pergunta ela, curiosa.

- Nada. Só estava lembrando de nós.

- De nós?

- Sim. De como éramos no início. Mãos dadas, cafunés...

- E não somos mais assim? - Interrompe Sofia.

- Somos. E acredito que melhores. - Ele sorri mais uma vez.

- Sofia?

- Sim?

- Casa comigo?

Ela olha para ele, surpresa. Sem saber o que dizer. Percebendo a hesitação, ele diz:

- Não precisa dizer nada agora. Eu sei que você não é fã de casamentos. Mas bem que você poderia se mudar para cá. Ou eu me mudo pro seu apartamento.

- Celo – era assim que ela o chamava-, eu acho nossa vida tão boa...

- Eu sei, mas, para mim, ainda não tá completa.

Ela entristece os olhos. Percebendo a preocupação de Sofia, Marcelo diz:

- Deixa pra lá. Besteira a minha. Somo felizes assim. Muito! Sério... Esquece!

- Seu bobo... Eu te amo, sabia?

Ele responde, sarcasticamente:

- Sabia! Claro que sabia! E saiba que também amo você.

Ele volta a deitar a cabeça na altura dos ombros dela, encostando o rosto em seu pescoço.

- Celo, faz a barba!

- Agora? - ele levanta a sobrancelha.

- Não, né, bobinho?Amanhã. Aliás, pelo adiantar da hora, mais tarde.

- É. Devíamos mesmo dormir.

Ela beija a testa dele. O casal emudece. Ele já estava quase cochilando quando ela o chacoalhou, dizendo baixinho em seu ouvido:

- Eu caso.

Ele olha, cheio de alegria.

- Casa?

Ela balança a cabeça em afirmação e diz:

- Mas só se você comprar uma cama mais confortável!

Os dois caem na gargalhada. O ambiente fica terno agora. E envoltos nessa ternura, pegam no sono.

5 comentários:

  1. Que estória mais doida, porém interessante. Me lembrou um dos romances que já li (não me pergunte qual, pois leio muitos livros por ano).
    Mudei o endereço do blog.
    Bjs

    ResponderExcluir
  2. Nossaaaaaa...ADOREI!
    Muito intenso, muito lindo!

    Queria agradecer um comentário que você deixou em um post que eu falava do meu sonho...Você contou sua história e meus olhos se encheram de lágrimas...Mesmo não te conhecendo.Acho que foi o poder das suas palavras, fiquei me imaginando na situação que você contou.
    Foi muito bom ter lido, obrigado!
    E obrigado pelas visitas posteriores.
    Adoro seu blog.

    Bjinhus ;*

    ResponderExcluir
  3. Sabe q eu tb nunca fui fã de casamentos, mas...

    Por uma cama nova eu tb caso... rsrsr


    Lindo, lindo..
    Amei!
    Beijão

    ResponderExcluir
  4. Bonito, de fato.
    Mas de fato, tem que passar pelas coisas para saber como é. O casamento é uma delas!
    Tem selos pra vc no meu blog, bjs!

    ResponderExcluir
  5. Cadê o meu marcelo eiiii


    Poxaa sem comentários rafinha amore.....


    Queria q as historias da sua cabecinha aparecem na minha vida :P



    beijos saudades dude :****

    ResponderExcluir